Como o iPad e o iPhone vão inspirar o próximo sistema operacional dos Macs

Como o iPad e o iPhone vão inspirar o próximo sistema operacional dos Macs

5 de junho de 2011

FOTO: Apple, divulgação

Nesta segunda-feira, na conferência anual de desenvolvedores da Apple, um dos assuntos centrais da apresentação de Steve Jobs será o Mac OS X Lion, a versão 10.7 do sistema operacional de computadores da marca.

Com previsão de lançamento agora no segundo semestre, a Apple fala do Lion (Leão, em português) desde o ano passado, então muitas das novidades já são conhecidas, inclusive há uma prévia  em www.apple.com/br/macosx/lion/.

Eu cheguei a usar por alguns dias, há uns meses, uma versão de desenvolvimento da plataforma. Fiz isso mais por curiosidade, para ver como estava ficando. Por não ser uma versão final, mas em construção, ainda estava muito instável.

De qualquer forma, pude ter uma boa ideia. A hashtag no Twitter que bem definiria o Lion é mesmo #iPadfeelings.

Segundo a Apple, a ideia é levar o melhor do iPad para o Mac. O Lion é visivelmente influenciado pelo iOS, o sistema operacional do iPad, iPhone e iPod Touch.

E aí entra uma tendência: sistema operacionais de computadores sendo influenciados por seus irmãos mais novos, os sistemas operacionais de dispositivos móveis. Lembrando: a Microsoft demonstrou recentemente o Windows 8, pensado para telas sensíveis ao toque e com gritante inspiração no Windows Phone 7, o sistema operacional da Microsoft para smartphones.

IMAGENS: reprodução

O que mais me chamou a atenção no Lion foi o Launchpad (imagem acima), inspirado no modo de exibição das apps no iPad/iPhone. Basta um clique no ícone do Launchpad no Dock (a barra de aplicativos) que ele exibe todos os aplicativos do computador. Para mudar de uma tela de apps para outra, como no iOS, é só correr a tela para os lados. Para mudar uma app de lugar, só arrastar. Também traz o conceito de folders (imagem abaixo), como no iPhone/iPad.

O Lion virá com a Mac App Store. É uma loja de aplicativos para Mac (da mesma forma como existe a App Store para iOS, a plataforma móvel da Apple). Nesse caso, não é bem uma novidade já que a Mac App Store está disponível desde janeiro. A propósito, especula-se, pelo que se viu nas imagens do Windows 8 divulgadas pela Microsoft, que o próximo Windows também virá com uma loja de apps.

O FaceTime, hoje disponível nos Macs, foi outro recurso que debutou primeiro no iPhone. Outro recurso bacana no Lion é a possibilidade de visualizar os aplicativos em tela cheia. De novo, lembra iPad. Também o Windows 8, da Microsoft, trará esse modo de exibição de suas apps meio que aposentando o conceito de janelas.

O Lion traz ainda uma nova versão do Mail, com um layout widescreen inspirado na ferramenta de e-mails do iPad.

Também curti o Mission Control, que unifica o Exposé, o Dashboard (onde ficam os widgets) e o Spaces. Como mostra a imagem abaixo, a intenção é oferecer uma melhor ideia de tudo que está sendo executado no seu computador:

Outras novidades do Lion são o AirDrop (facilitando copiar arquivos sem fio de um Mac para outro), Versions (permitindo salvar sucessivas versões dos documentos, o que ajuda a reverter alguma ação depois), Resume (para retomar os aplicativos do jeito que estavam quando foram fechados ou o micro reiniciado) e o Auto Save (que vai salvando os documentos automaticamente enquanto se trabalha neles) e um novo FileVault (garantindo agora encriptação total dos dados).

O vídeo abaixo tem menos de 2 minutos e mostra alguns desses recursos:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s