Microsoft e Apple se completam

A história da Microsoft e da Apple é um misto de relação amor e ódio em uma rara situação onde é possível competir e ser parceiro ao mesmo tempo.

Na recente conferência D5 em que Bill Gates e Steve Jobs foram entrevistados em conjunto ficou clara a demonstração de respeito mútuo. Foram parceiros e competidores ao mesmo tempo nas respostas às perguntas dos entrevistadores e da platéia, como o foram durante toda a vida. Parece algo que está no sangue dos dois.

Um momento marcante do passado foi a aparição de Bill Gates em videoconferência na MacWord Expo de 1997. Naquela ocasião a Microsoft claramente resgatava a Apple do fundo do poço. Não por caridade ou amizade, é claro.

Bill adoraria ter terminado com Steve naquele momento, mas derrotar a Apple seria um tiro no pé. Eliminar a concorrência e se tornar um monopolista em um país como os Estados Unidos é ficar exposto a problemas com a justiça.

Então, com um investimento em ações da Apple e o lançamento para Mac OS X de produtos difundidos como o Office, o Internet Explorer e o Windows Media, a Microsoft garantiu sua própria sobrevivência enquanto empresa, a sobrevida da Apple e ainda ainda fez com que o Mac OS ficasse mais bem visto em ambientes de trabalho dominados pelo Windows.

Com o Office passou a ser possível usar um Mac em casa e um PC no trabalho sem problemas de compatibilidade entre os documentos gerados. (Na verdade, quase sem problemas… mas isso é outra história.)

Entretanto, houve uma época antes desta em que o jogo foi completamente inverso: a Microsoft focava seus esforços no desenvolvimento de aplicativos para o Macintosh e não em seu próprio sistema operacional. O Windows em realidade nem existia como um produto de massa que é hoje e muito da receita da Microsoft certamente veio de produtos desenvolvidos para a plataforma Mac.

Ou seja, pode-se dizer que 97 foi uma retribuição aos bons anos da década de 80 quando o Mac era a estrela da vez. Digamos que a Apple ajudou nas bases da Microsoft, que por sua vez socorreu a Apple do precipício. E agora que estão quites, que venha a guerra de verdade!

Hoje temos um ambiente muito mais complexo, com o domínio do iPod como tocador de MP3 e versões do iTunes para Windows. Lembrando que no início o iPod era apenas compatível com o Mac. Temos o Mac com processador Intel capaz de rodar o sistema operacional Windows. Tempos o Apple TV que funciona tanto com um Mac quanto com um PC Windows. Temos o iPhone que será também compatível com ambas as plataformas. E mesmo antes de tudo isso já tínhamos o QuickTime Player da Apple rodando no ambiente Windows.

E mais recentemente o Safari, navegador da Apple, agora está disponível em fase beta para o Windows. Especulações sobre as razões desse lançamento existem aos montes na Web. Já se sabe, por exemplo, que os “favoritos” do Safari tanto no Windows quanto no Mac serão sincronizados com o iPhone. Sabe-se também que o iPhone aceitará integração de aplicativos Web 2.0 com programas nativos como o Apple Mail, Google Maps, etc. Então nada mais inteligente que entregar aos desenvolvedores Windows um ambiente de testes para aplicativos iPhone. Afinal, não fossem os usuários Windows, o iPod não seria o sucesso que é.

Razões técnicas e especulações à parte, é fato que essas duas empresas competidoras em diversos mercados como o dos sistemas operacionais, telefonia móvel, entretenimento, etc., se completam de várias formas. Além de terem se ajudado financeiramente em momentos distintos de suas histórias, sabem muito bem gerar receita com produtos que invadem e competem no território uma da outra. [Webinsider]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s