Trilogia Ana

Trilogia Ana,são 3 poemas,que fiz e vou publicar um por dia,a partir de hoje…

http://movimentouniversal.files.wordpress.com/2009/05/olhar_do_jovem.jpg

Treze ANAS

Eu não sou assim

Não mesmo

Não quero ver meu rosto

Meu blusão amarrado na cintura

Pulseiras no pulso

Colar que uma cigana me deu

Não ache explicações

Para meus cabelos queimados

Olhos penetrantes

Sempre que o telefone

Toca

Penso em ver seu rosto no visor do meu celular

Sua perfeição

Clichê de uma cidade espelho de uma ressurreição

Vamos voltar ao tempo que falávamos de madrugada

Eterna Ana, Eterna onda sem fim.

Perfeita menininha selvagem

Com seu fiel escudeiro

Eu não penso nisso nada ainda

Fico sentindo coisas que não posso falar

Porque você não entenderia

Porque eu não quero entender

Deixamos às cartas, o sinal aberto, a orelha do livro, a cabeceira e o animal dentro de nós.

Escondidos

E correção automática não acha uma palavra twitter ou garotafabulosademais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s