Autuori quer um atacante velocista

Foto: Arivaldo Chaves
Arivaldo Chaves

O novo treinador do Grêmio trouxe muitas novidades. Não lhe agrada o papel de motivador, rejeita a função de técnico que fica gritando e gesticulando a beira do gramado, defende que o futebol tem como protagonistas o torcedor e o jogador, não se colocando no centro do palco e, agora, revela a sua preferência por atacantes velozes.

Prevalece, no Olímpico, a predileção por centroavantes grandalhões, daqueles que jogam entre os zagueiros adversários, tipo que já foi batizado de “centroavante aipim”. A história gremista alinha boa quantidade de centroavantes com estas características.

Na verdade, se o centroavante for qualificado e marcar gols, não importa a sua característica. Mas, é inegável que no futebol atual, onde a marcação se aprimora cada vez mais, são maiores as possibilidades de sucesso para atacantes velocistas. Defensores são, normalmente, lentos. Perguntem-lhes se preferem marcar atacantes lentos e grandes ou velozes. Todos escolherão os primeiros. A velocidade é, talvez, a principal arma do futebol destes tempos.

O diabo é que não se encontram atacantes velozes em qualquer vitrine. O Grêmio terá que dedicar tempo e atenção para encontrar o atacante da preferência de Autuori. Ah, e não bastará que seja rápido. Terá que ser, também, bom atacante, fazer gols. Encontrá-lo não será tarefa fácil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s