Justiça pede 3 anos para acusada de cyberbullying envolvendo suicídio no MySpace

A Justiça dos Estados Unidos pede que Lori Drew, de 49 anos, seja condenada a três anos de prisão pelo caso de cyberbullying que resultou na morte da adolescente Megan Meier, de 13 anos, em 2006. A jovem cometeu suicídio após se envolver pelo MySpace com um perfil falso de um garoto criado por Lori com ajuda de sua filha e de uma assistente.

O assistente da promotoria, Mark Krause, disse que Drew “friamente concebeu um esquema para humilhar” a garota. No julgamento anterior, Drew havia sido absolvida do crime de conspiração. Considerada culpada de três delitos menores por acesso a computadores, havia sido recomendada a sentença a um ano de liberdade condicional e multa de US$ 5 mil.

– Tanto a insensibilidade da conduta criminal da acusada quanto o dano extraordinário que causou obrigam a uma sentença mais severa que a liberdade condicional – afirmou Krause.

Além dos três anos de prisão, Lori Drew pode ter de pagar multa de US$ 300 mil. A sentença deve sair em 18 de maio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s