Brasil sobe de 12º para quinto lugar em emissão de spam

 

O Brasil é o quinto maior emissor de spams no mundo, revela o Relatório Sobre Ameaças de Segurança na Internet, divulgado nesta terça-feira (14/04) pela Symantec. Mundialmente, o País foi responsável por 4% de todo o spam enviado. Na América Latina, o Brasil liderou o envio de mensagens não solicitadas, com 29% de participação na região, em 2008.

O uso de serviços financeiros para envio de phishing cresceu de pouco mais de 50% para 76% das tentativas de golpes virtuais por e-mail em 2008. Os spams relacionados à categoria de internet cresceram de 19% para 24% em um ano.

Durante o ano passado, a Symantec observou um aumento de 192% na detecção de spams em toda a rede mundial. O volume cresceu de 119,6 bilhões de mensagens em 2007 para 349,6 bilhões de spams no ano passado.

Atualmente, entre 60% e 85% dos e-mails enviados em todo o mundo representam mensagens indesejadas, de spam ou phishing, destaca Paulo Vendramini, diretor de engenharia de sistemas da Symantec na América Latina.

Os Estados Unidos lideram o ranking de envio de spams embora tenham apresentado  uma queda de participação de 45% em 2007 para 25% em 2008. A Rússia, em segundo lugar, dobrou sua participação entre os países que mais enviam spam – de 3% em 2007 para 6% em 2008. Em terceiro lugar está a Turquia, cuja participação neste ranking também aumentou de 1% para 5% em um ano, e em quarto lugar está a China.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s