“Eu fiz o que eu pude”, afirma diretora que pretende se aposentar

 

Ultimamente temos visto violencia em sala de aula,contra professores,um verdadeiro absurdo em mundo atuais,um país que quer ser grande,deve respeitar o professor,hoje um caos toma conta de tudo,pra min,educação dos pais é zero na maioria dos casos,pais ausentes,pessoas violentas,pronto,eu disse…. 

 

Aos 62 anos e com quatro décadas de magistério, a diretora da Escola Estadual Professor Elmano Lauffer Leal, em Porto Alegre, é uma das cerca de 50 professoras com cargo de direção que deve abandonar o magistério este ano, na Capital. Em entrevista a Zero Hora, ela revela as suas razões:

Zero Hora – Por que a senhora vai se aposentar?
Vera Queiroz –
A situação é difícil. O professor tem salário baixo, anda desmotivado. Os alunos também andam sem interesse, sem perspectiva de vida, o mercado está difícil. Há um monte de fatores que influenciam esse desgaste, essa insatisfação. A gente sente que não consegue fazer muita coisa. Desejo que melhore. Estou há oito anos na direção, então, também é hora de dar espaço a ideias novas.

ZH – Se a situação fosse diferente, a senhora continuaria?
Vera –
Talvez continuasse, sim. Atualmente, também estou achando perigoso administrar uma escola. A gente nem conhece quem são os nossos alunos. A gente ouve histórias, recebe notícias do que ocorre pelas escolas. Não temos segurança, dependo de voluntário para cuidar o portão.

ZH – A rotina é muito puxada?
Vera –
Hoje, ser diretor exige muito. Tem de estar muito atento, os alunos trazem muitas informações dos meios de comunicação, e a escola não tem essa infraestrutura para competir com o avanço das tecnologias. A falta de infraestrutura acaba estourando na parte administrativa, em toda a equipe.

ZH – Qual sua carga horária diária?
Vera –
Chego 7h30min, 8h, e passo o dia na escola. Tenho reuniões, realizamos diversos projetos. Geralmente, fico até a noite, umas 20h. Mas tem algumas vezes em que esqueço da hora e, quando vejo, já são 22h, 23h. Os meus filhos falam para eu não trabalhar tanto, descansar.

ZH – O que pretende fazer depois da aposentadoria?
Vera –
Vou fazer alguma coisa, talvez volte a estudar, talvez algo que não seja ligado à educação. Saio com a consciência tranquila. Eu fiz o que eu pude.

Anúncios

2 comentários em ““Eu fiz o que eu pude”, afirma diretora que pretende se aposentar

  1. Pingback: Só por hoje « Marcelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s