Grêmio empata em 1 a 1 com a Ulbra em Canoas

Puxa Grêmio,que acontece com meu time?

 

O Grêmio foi a Canoas na tarde deste domingo para enfrentar a Ulbra e voltou para Porto Alegre com apenas mais um ponto na Taça Fabio Koff, equivalente ao segundo turno do Gauchão. O time de Celso Roth, formado por reservas, começou a partida perdendo, pois o gol da Ulbra, assinalado por Tatá, foi muito cedo. Só na segunda etapa, com as entradas de Douglas Costa e Maxi López, é que o Tricolor foi reagir. Mas o gol foi de Makelele, que atuou como lateral. O resultado de 1 a 1 deixou o Grêmio com oito pontos na tabela.

O primeiro tempo foi uma pedreira para o Grêmio. O gol da Ulbra ocorreu muito antes que qualquer outra coisa na partida. Era apenas 1 minuto de bola rolando. Na primeira bola em profundidade da Ulbra, aproveitando-se de falha na cobertura do setor esquerdo defensivo do Grêmio, Lê cruzou rasteiro para o meio da área, onde Tatá abriu o placar.

As respostas do Grêmio na tentativa de chegar à igualdade no placar foram poucas. Na primeira, cobrança de falta de Maylson. Ele bateu rasteiro, a bola passou por baixo da barreira e ganhou altura no “morrinho-artilheiro”. O goleiro André nem defendeu, e sim a bola bateu em seu ombro e foi para fora. A melhor chance mesmo foi com Orteman, aos 28. O meia uruguaio, hoje capitão do time, recebeu de costas para o gol, deu um chapéu no marcador e livrou outros dois defensores antes de chutar cruzado. A bola passou muito perto.

No fim da etapa inicial, Herrera ainda poderia ter feito o gol em um cruzamento de Reinaldo, mas o atacante foi atrapalhado pelos zagueiros da Ulbra. O atacante argentino, por sinal, reclamou um pênalti não assinalado aos 13 minutos, quando foi derrubado na área do time de Canoas. O fato deixou Herrera descontrolado nos minutos posteriores, quando fez duas faltas desnecessárias e levou amarelo.

Para o segundo tempo, Celso Roth resolveu mexer. Colocou Douglas Costa no lugar de Orteman e Maxi López na vaga de Reinaldo.  Se no primeiro tempo teve problemas de articulação, cobertura de marcação e até mesmo de se impor tecnicamente frente à Ulbra, no segudo tempo não. Pelo menos no reinício do duelo. O Grêmio pressionou e encontrou a igualdade aos 10 minutos.

Maxi López reteve a bola dentro da área pela esquerda, limpou o lance e rolou para o meio da área. Makelele pegou de primeira e deslocou o goleiro André para empatar o jogo em 1 a 1. Passado o gol, o Grêmio diminuiu o ritmo, e a Ulbra voltou a crescer. Destaque do time comandado por Beto Almeida no segundo tempo, o meia Lê deu muito trabalho subindo para o apoio e conclusões pela meia-direita, obrigando por vezes boas defesas de Marcelo Grohe.

No fim da partida o Tricolor perdeu a grande chance de conseguir a virada. Numa falta cobrada por Herrera aos 41 minutos, o goleiro André deu rebote na pequena área. Maxi López e Makelele ficaram se olhando, um deixou para o outro, o outro deixou para o um, mantendo o placar em 1 a 1 até o apito final de Leandro Vuaden.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s