Brasileiros faziam “gato” em satélites dos EUA para falar de graça

 

 

A Polícia Federal (PF) realizou operação em seis Estados atrás de pessoas que interceptavam comunicações de satélites da Marinha dos Estados Unidos. Foram encontradas irregularidades em 17 dos 20 locais vistoriados em todo o país. Os usuários de rádio frequência usavam o equipamento para falar com outras pessoas. Mas, para fazer isso, precisavam de uma licença especial, que não tinham. É como se fosse um “gato” para falar de graça no telefone ou ver televisão por assinatura sem pagar.

O Fleet Sattelite Communications foi lançado pela Marinha dos EUA em 1978 para coordenar a comunicação entre tropas, aviões, navios, submarinos e o comando. Esse tipo de satélite forma uma rede estacionária em torno do planeta, no mesmo estilo dos satélites do GPS. Em 1993, a rede foi substituída por um novo sistema.

As investigações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) começaram no ano passado, depois que a embaixada dos EUA fez uma reclamação sobre o uso não autorizado dos satélites militares à própria agência e ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil. As informações são do G1.

 

Anúncios

Um comentário em “Brasileiros faziam “gato” em satélites dos EUA para falar de graça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s