Grêmio vence Brasil, garante primeiro lugar e enfrenta o Juventude

Danrlei fecha o gol, mas Herrera faz o dele

Antes de a bola rolar, a torcida gremista deu uma demonstração de solidariedade ao aplaudir todo o time xavante, principalmente o goleiro Danrlei, que defendeu o Tricolor por dez anos, entre 1993 e 2003. Mas o ex-camisa 1 do Grêmio deu muito trabalho para o time da casa nos primeiros minutos de jogo. Aos sete minutos, espalmou um chute de Jonas. Aos 12, Danrlei tirou com os olhos depois de defender um complemento de Douglas Costa e ver a bola bater na trave. No minuto seguinte, fez milagre ao tirar uma perigosa cabeçada de Herrera. Em seguida, de novo fez parceira com o poste em chute cruzado de Léo.

 

A sorte e boas defesas de Danrlei duraram até os 25 minutos, quando o Grêmio finalmente abriu o placar. Jadilson lançou pela esquerda na medida para Herrera cabecear e balançar as redes. Foi o primeiro gol do atacante argentino desde sua reestreia na última quinta-feira. O segundo gremista poderia ter pintado logo depois, em m pênalti duvidoso não marcado pelo árbitro Ânderson Daronco. O zagueiro xavante tocou com a mão na bola dentro da área ao se desequilibrar.

 

Herrera tentou marcar o seu segundo aos 30, na entrada da área. Na primeira, furou, mas se recuperou e bateu para Danrlei, de novo, defender bem. Dois minutos depois, o argentino arriscou outra, mas para fora. Só aos 34, o Brasil de Pelotas arriscou, com Glaydson batendo falta para fora. Até que, aos 45, Adílson tocou para Jadilson, que mais uma vez cruzou bem para a área, achando Makelele na cara do gol: o meia não desperdiçou e fez 2 a 0.

 

Tricolor poupa, Xavante cansa

Com o primeiro lugar no grupo praticamente garantido, o técnico Celso Roth aproveitou o segundo tempo para poupar jogadores para o compromisso de domingo, contra o Juventude. De início, Adílson e Jonas deram vaga a Orteman e Reinaldo. Herrera doi substituído logo depois por Roberson, saindo muito aplaudido do Olímpico.

 

Com o Brasil visivelmente cansado pela maratona de jogos, e o Grêmio administrando o jogo, a etapa final praticamente não teve lances de gol. Aos dez, Jorge Mutt exagerou ao dar um carrinho em Diogo e foi expulso, merecidamente.  Aos 28, Cléber Gaúcho tentou diminuir o placar, mas Victor saiu be, em uma de suas poucas participações no jogo. Aos 37, Orteman recebeu de Roberson livre na área e apenas colocou no cantinho para aumentar o placar, e fazer o seu primeiro gol pelo Grêmio.

 

Sem demais emoções, o goleiro Danrlei protagonizou uma situação engraçada. Ao bater um tiro de meta, ele conseguiu dar uma rosca na bola, fazendo-a ir para escanteio. A torcida tricolor, mesmo assim, aplaudiu o eterno ídolo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s