Linux

VANTAGENS

  • Baixo custo
    O Linux é baseado em software livre. Por isso, as empresas que distribuem o sistema não cobram pelo sistema em si, mas por serviços adicionais como publicação de manuais, suporte, treinamento, etc.

    Segundo Rafael Peregrino, editor da Revista Easy Linux, que encarta uma versão do SuSE 9.3 para o Brasil, a cópia e a distribuição dos CDs são permitidas -o que é uma das premissas do software livre.

  • Segurança
    Qualquer instalação ou alteração do sistema, no Linux, requer a autorização do “usuário root”, que é uma espécie de usuário especial do sistema. Com isso, dificilmente um vírus ou programa malicioso será instalado a não ser que você autorize, inserindo sua senha e nome de usuário.

    Há ainda o fato de o sistema estar instalado em bem menos máquinas que o Windows, o que o torna menos visado pelos criadores de vírus.

  • Comunidade de suporte ativa
    Fóruns, listas de discussão, wikipages, e-groups, sites… É grande a lista de recursos disponíveis na Web para resolver problemas relativos a Linux. De problemas básicos (como dificuldade para executar um tipo de arquivo) a dúvidas mais complexas, é possível encontrar respostas em comunidades de usuários de software livre online.

    Em português, há o site Br-Linux.org, com notícias de Linux, tutoriais e fóruns, e o e-group SuSE Linux Brasil, em que usuários trocam informações sobre o sistema.

    DESVANTAGENS

  • Incompatibilidade com equipamentos

    Como o SuSE permite manter o Windows instalado, uma saída pode ser reiniciar o micro no ambiente Windows na hora de usar tais equipamentos. Há ainda os fóruns nos quais você pode compartilhar o problema com outros usuários e ver quais as soluções encontradas por eles. No caso da cópia do SuSE que instalamos em um notebook, o sistema não reconheceu corretamente o monitor. O problema foi resolvido, mas só depois de uma procura na Internet por informações técnicas do monitor.

  • Formatos proprietários
    Arquivos de áudio e vídeo nos formatos WMA e WMV, respectivamente, ligados ao programa Windows Media Player, da Microsoft, são dos mais usados na Internet. A TV UOL, por exemplo, transmite vídeos em WMV.

    O Kaffeine, reprodutor de mídia que vem com o SuSE, é anunciado como uma alternativa ao tocador da Microsoft. No entanto, nos testes realizados pela redação (usando o navegador Firefox), não foi possível, de início, assistir a vídeos de páginas como os da TV UOL e da CNN, mesmo depois de instalada a atualização sugerida pelo manual.

    A solução foi encontrada nos fóruns. Primeiro, instalamos a extensão do Firefox “MediaPlayerConnectivity”, que permite assistir aos vídeos em uma janela separada. Depois de mais algum tempo consultando fóruns, decidimos baixar o reprodutor de mídia Mplayer -basta clicar, abrir e selecionar “Instalar com o Yast”- e o plugin “mplayerplug-in”. Com isso, pudemos assistir aos vídeos na janela do browser, normalmente.

  • Anúncios

    2 comentários em “Linux

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s