Piratas do vale do sílicio

Se você ainda não viu o filme Piratas do Vale, aí vai uma dica de filme sobre informática, é possível achá-lo em locadoras. Abaixo um resumo do filme:

Tudo começou nos primórdios da década de 1970 quando, os dois jovens, Steve Jobs e Steve Wozniak, até então desconhecidos, dão início ao que seria o surgimento do computador pessoal.

Wozniak, como era mais ligado à eletrônica, foi quem realmente montou o computador, mas a criação é mérito dos dois. Este computador revolucionou a informática, pois ele possuía alguns acessórios que o Altair, o computador antecessor, não possuía.

Ao expor o invento para jovens da mesma faixa etária os dois parceiros de projeto venderam 50 microcomputadores. E, em fábrica montada na garagem dos pais de Jobs, deram início ao futuro império.

Neste momento da história um fato curioso que na época seria normal e hoje é visto como estupidez toma conta do filme: Wozniak apresenta o Apple I para o dono da HP que lhe perguntou porque as pessoas iriam querer ter um computador em casa.

Na garagem de Jobs, o homem que levou inteligência à Intel, Mike Markulla, chega e doa 250 mil dólares para continuarem com a montagem dos micros já que Jobs não conseguia financiamento em nenhum banco.

Paralelamente a todos estes acontecimentos a Microsoft, até então empresa de quarto de hotel, fazia seu trabalho em cima de software (Microsoft Basic) ao invés de hardware como a Apple. Depois que tentou em uma feira de informática falar com Jobs, o que não foi possível, pois ele não lhe deu atenção, Bill Gates e seus companheiros entram em contato com a IBM para tentar alugar o seu sistema operacional para esta empresa. Porém, este sistema não existia ainda nas mãos da Microsoft.

Outro fato, não menos curioso, acontece no encontro entre IBM e Microsoft. O presidente da IBM diz a Gates que o lucro estava no hardware e não no software. Sabemos hoje que esta afirmação é falsa já que Bill Gates oscila sempre entre os dois homens mais ricos do mundo.

Ao sair da IBM, Gates, Allen e Balmer precisavam conseguir o sistema. Paul Allen vai atrás do homem que tinha um sistema operacional. Ele compra por 50 mil dólares o Q-DOS da Seattle Computer. Surge então, o MS-DOS.

Já Jobs e a sua equipe vão atrás do Xerox PARC para fazer a primeira cópia, bem sucedida, da microinformática. A Apple copia a interface gráfica e o mouse de dois botões. Jobs dá então início ao projeto do Lisa com tela gráfica, nome de sua filha, mas que até então não era reconhecida por ele, e logo em seguida apresenta o Macintosh.

Antes mesmo do Macintosh Bill Gates vê o Lisa e tendo em suas mãos um microcomputador com um sistema operacional melhor que o seu diz que quer algo igual. Então parte junto com os seus sócios para fazer a segunda cópia da microinformática. A Microsoft finge ser amiga da Apple e assim tenta copiar sua tela gráfica. Logo em seguida Gates lança o Windows.

O filme termina com a descoberta por parte de Steve Jobs do Windows e retrata a briga que ele e Bill Gates tiveram. E conta um pouco da vida dos personagens principais: Wozniak ensinando informática para crianças, Jobs voltando à Apple em 1997 e Gates ocupando o lugar de homem mais rico do mundo.

Fonte: http://fmgos.wordpress.com/2008/10/31/a-hi…ale-do-silicio/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s